Como abordado no post anterior, sites GDD tem duas fases: a fase de estratégia e plataforma de lançamento (com duração de 30 a 40 dias) e o desenvolvimento interativo com fase de melhoria contínua (presente ao longo dos próximos 11 meses).

Fase 1:
Estratégia, a Lista de Desejos (Wishlist) e Site de Lançamento

O primeiro estágio do GDD é a Estratégia, a qual segue os seguintes passos:

Metas: Quais são as metas de performance que estamos tentando alcançar com nosso site? Como foi nossa performance histórica, onde nós gostaríamos de melhorar e como isso impactará as metas do departamento de marketing de forma geral?

Personas: Desenvolvem-se os perfis de personas para diferentes tipos de grupos que visitam o site e que se pretende atingir

Pesquisa Quantitativa – Site e Auditoria Analítica: Realiza-se uma auditoria quantitativa de como o site existente está se desempenhando, revisando o que está e o que não está se desenvolvendo bem, onde os usuários estão saindo, etc.

Pesquisa Quantitativa – Pesquisa de Usuário: Após identificado as áreas de oportunidade através da auditoria analítica, o próximo passo é alcançar de forma proativa seus usuários existentes para aprender mais sobre eles, obtendo um melhor entendimento sobre quem eles são e encontrando as formas de melhorar. A pesquisa de novos usuários ajuda a validar as premissas que foram definidas nos perfis das personas originais as quais, provavelmente, lhe dar informações adicionais a serem incluídas.

Suposições Fundamentais: Baseado nos passos anteriores e no aprendizado sobre cada um deles é possível começar a formar algumas suposições fundamentais sobre seus usuários, tais como, propostas de valor para cada produto, serviço e/ou oferta; as variadas localizações e dispositivos (celulares, desktops, tablets) de onde seus usuários acessarão o site e que tipo de informações eles estão procurando.

Estratégia Global e Estratégia por Página: Ambas devem incorporar todos os passos anteriores e configurar uma estratégia detalhada sobre a melhor forma de engajar e influenciar os usuários para atingirem metas desejadas. Essas informações são fundamentais e ajudam a explicar o comportamento e as motivações do usuário, servindo de influências para a estratégia global do site, de cada página e também para os ciclos futuros do Desenvolvimento Orientado ao Crescimento.

O próximo passo dentro da fase 1 é a lista de desejos (Wishlist).

Na lista de desejos faça um Brainstorm contendo definição de páginas, conteúdos, layout e funcionalidades.

Nela devem-se analisar quais itens deveriam estar na lista para alcançar as metas. Isso inclui debater ideias como:

  • Seções e páginas chave de impacto no site
  • Ativos ferramentas e recursos de marketing
  • Características específicas, módulos e funcionalidades
  • Elementos de design
  • Mudanças na experiência baseadas em dispositivos utilizados, localização, dentre outros

Por fim chegamos ao Site de Lançamento, que encerra a 1ª fase.

Nos projetos tradicionais essa seria a etapa final do projeto, porém na metodologia Growth-Driven Design, o Site de Lançamento é o ponto de partida de onde todas as atividades e melhorias do começam.

Ele deve ser lançado rapidamente e normalmente não é perfeito, pois as melhorias surgirão de acordo com as analises mencionadas anteriormente.

Seguindo o preceito fundamental de minimizar riscos e desperdícios, um projeto de Growth-Driven Design deve ter seu escopo analisado sob o Princípio de Pareto ou Regra 80/20. Ou seja, quais 20% das requisições/funcionalidades vão produzir 80% do resultado esperado.

O tamanho e a complexidade do Site de Lançamento podem variar dependendo do tamanho da lista de desejos e seu ramo de atuação. Porém, é importante que o conteúdo seja reduzido aos 20% que causarão impactos e propiciarão um lançamento rápido, de forma que você continue a aprender sobre seus usuários e melhore o site.

Depois de ter identificado os itens de ação mais críticos que você deve incluir em seu Site de Lançamento, você pode executá-los através do processo padrão de implementação do site, incluindo:

  • Mensagem e Conteúdo
  • Experiência do Usuário (UX) e Arquitetura do Site
  • Alinhamento Estratégico de Inbound Marketing
  • Wireframes
  • Designs
  • Desenvolvimento
  • Garantia de Qualidade e Teste

Como descobrir o que os usuários querem?

Partindo do principio de que usuários definem quais mudanças serão realizadas no site, deve-se começar analisando qual mudança pode gerar resultados. Por exemplo, mudar o posicionamento ou a cor do botão “Comprar” poderá aumentar o CTR (clique e saiba mais) em 4%. Existem ferramentas de testes A/B que conseguem mensurar esse comportamento dos usuários, locais que mais clicam dentro do site, onde há maior interação, etc.

O último passo do Site de Lançamento é montar a coleta de dados qualitativa e quantitativa em torno das metas definidas na fase estratégica, sobre cada uma de suas suposições fundamentais e sobre cada demonstração de hipótese de seus itens de ação implementados no Site de Lançamento.

Essas coletas permitirão aprender sobre seus visitantes quando seu site estiver no ar.

Fase 2:

Ciclo do GDD – Growth-Driven Design

Possui um período de duração entre 8 e 11 meses e tem como principal foco as personas, essa fase se divide em 4 partes, que são:
1º Planejamento: revisão da performance do site comparando com as metas tradicionais
2º Desenvolvimento: aplicação e divulgação das ações definidas na etapa de planejamento
3º Aprendizado: com base na lista de desejos adicionam-se novas ideias ou removem-se itens desnecessários
4º Transferência: Compartilhe as informações com os demais setores da empresa

A analise de que seu site realmente precisa é essencial para que sejam entendidas quais as urgências reais do projeto, as funcionalidades que serão são menos críticas e que podem entrar numa atualização posterior, qual a persona você deseja atingir e qual a melhor maneira de desenvolver a Plataforma de Lançamento do projeto.

Alguns motivos para se utilizar o GDD

 

  • 46% dos usuários que navegam por dispositivos móveis alegam ter dificuldades em interagir com a página, enquanto 44% reclamam da dificuldade de navegação.
  • 55% das companhias estão conduzindo experimentos de satisfação do usuário online.
  • 49% dos sites falham em seguir princípios básicos de usabilidade e 50% das vendas online são perdidas porque o usuário não consegue achar o conteúdo que procura.

Empresas bem-sucedidas

As empresas que estão adotando a metodologia do Growth-Driven Design estão encontrando um grande sucesso na flexibilidade e nos resultados que estão obtendo.
O GDD permite colocar em prática novas metodologias ágeis para desenvolvimento de sites. O fato deste novo movimento ser liderado por Luke Summerfield, Gerente de Programação da Hubspot (plataforma de Inbound Marketing e vendas que ajuda as empresas a atrair visitantes, converter leads e fechar clientes) mostra o quanto essa nova metodologia é alinhada com Inbound Marketing e como estes métodos estão caminhando lado a lado em busca de apresentar para o usuário aquilo que ele realmente procura.

Comentários

comentários

Descubra como ter o site Perfeito!

Descubra como ter o site Perfeito!

Você pode multiplicar o faturamento de seu negócio se tiver o site certo! Quer saber como? Basta deixar seus dados!

Obrigado! Fique atento ao seu e-mail!

Share This